segunda-feira, 28 de junho de 2010

Charge política - Enéas


Referente a um comentário público feito pelo candidato Enéas

13 comentários:

  1. Infelizmente ainda vemos imagens como a exposta nesta charge... onde ipocritas e viciados tentam difamar a imagem de um exemplo de Brasileiro ... provavelmente quem confeccionou este desenho apoia ser deirecionado por um analfabeto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em 1998, com 35 segundos disponíveis no horário eleitoral[9] — na soma total, um tempo menor do que em 1989 —, Enéas expôs seu discurso em que defendeu questões polêmicas como a construção da bomba atômica, a ampliação do efetivo militar[4] e a nacionalização dos recursos minerais do subsolo brasileiro. Nas eleições presidenciais daquele ano, foi o quarto colocado,[4] com um total de 1.447.090 votos.[2] [4] Entre as propostas mais notórias do Prona para o país estão romper com organismos como a Organização Mundial do Comércio e o Fundo Monetário Internacional e triplicar o efetivo das Forças Armadas. Para que sejamos respeitados pelas outras nações, uma arma infalível: fabricar a bomba atômica. Obs. Textos retirados da net

      Excluir
    2. Caro Diego. Hipócrita - é assim que se escreve. O certo é - brasileiro. Você quis dizer - direcionado.

      Excluir
  2. Lixo de charge, Dr. Enéas tinha dentro no cerebro as informações que voce não tem no seu computador, o cara que fez isso é um merda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em 1998, com 35 segundos disponíveis no horário eleitoral[9] — na soma total, um tempo menor do que em 1989 —, Enéas expôs seu discurso em que defendeu questões polêmicas como a construção da bomba atômica, a ampliação do efetivo militar[4] e a nacionalização dos recursos minerais do subsolo brasileiro. Nas eleições presidenciais daquele ano, foi o quarto colocado,[4] com um total de 1.447.090 votos.[2] [4] Entre as propostas mais notórias do Prona para o país estão romper com organismos como a Organização Mundial do Comércio e o Fundo Monetário Internacional e triplicar o efetivo das Forças Armadas. Para que sejamos respeitados pelas outras nações, uma arma infalível: fabricar a bomba atômica. Obs. Textos retirados da net

      Excluir
    2. Caro Leonardo Barcellos, você tem um só seguidor no G+, porque será? Não estou nem aí para o seu comentário. Vá estudar um pouco filho.

      Excluir
  3. Caro Felipe Abou, você simplesmente não sabe toda a historia sobre esta pessoa. Antes de criticar tenha conhecimento da verdadeira causa da minha charge. Para a sua tristeza e dos outros comentaristas acima, eu sou muito inteligente, sim, até porque possuo diplomas que vocês não tem. Tenho livros editados e vocês não tem. E eu sou muito feliz no convívio social, o que para a sua pessoa, com certeza, através dos seus comentários postados, é apenas uma mísera e lamentável inveja. Que Deus tenha piedade de você amigo. Que tal dar uma olhada em apenas uma das reportagens publicada em um revista muito séria. Se não conseguir ler a matéria abaixo copiada, eis o link para a sua nova reflexão http://super.abril.com.br/cultura/o-perigo-real-de-eneas/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHAHAHAHA Hilário. Nem me conhece pra saber que diplomas eu tenho ou deixo de ter. Está falando de meus "comentários", no plural, como se tivesse lido mais do que um comentário meu. Diz que tem livros "editados" e eu não tenho... Hahahahahahahaha
      "Revista muito séria", e manda link da Super. Hahahahahahahahaha
      Agora entendo de onde surgiu uma charge tão lixo quanto esta.

      Excluir
    2. Dá uma olhadinha aqui mano! https://www.clubedeautores.com.br/book/146513--EM_TODOS_OS_SENTIDOS#.WOq2EGnyvIU

      Excluir
    3. Clube de Autores Autor Eduardo Eugênio Batista.

      Excluir
    4. "Autopublicação". Rsrsrsrs. Ok, já deu. Tchau, tio. Estou deixando de seguir este post.

      Excluir